Cooperativa Mula

Descrição

A Cooperativa Mula realiza trabalho nas áreas da soberania alimentar, economia local, cultura, formação, desporto e intervenção comunitária.
A Mula está estreitamente ligada à Horta Comunitária do Barreiro, que desde 2012 produz num terreno baldio bastante próximo, e de cujo grupo dinamizador nasceu.
A sua sede, no Largo de Santo André, situa-se num edifício que inclui uma capela do século XV. Nele funcionam os espaços abertos ao público (bar, sala de jantar, mercearia e sala multiusos) e os espaços de trabalho (cozinha, forno e oficina), existindo ainda um quintal e uma esplanada.
A Mula iniciou a atividade ainda como grupo informal no início de 2016 e foi alargando o seu âmbito à medida que recuperava os diversos espaços do edifício. Começou por organizar atividades culturais (cinema, concertos, debates, etc.) e jantares populares. Em janeiro de 2019, inicia-se o evento quinzenal “domingo de pizzas” e, em março desse ano, organizou o primeiro workshop. Desde essa altura realizou várias ações de formação no âmbito da alimentação saudável e da cosmética natural.
Em março de 2020, perante o primeiro confinamento, a Mula decidiu avançar para uma cantina solidária, de modo a responder a inúmeros casos de carência alimentar de que teve conhecimento. Esta cantina diária, de segunda a domingo, que depois se alargou à oferta de cabazes solidários semanais, deu resposta a mais de 150 pessoas em situação de carência nos concelhos do Barreiro e Moita.
Em julho de 2020, arrancaram a Cantina da Mula, que desde então serve de segunda a sexta-feira jantares vegetarianos a preço popular, e a Padaria da Mula, que produz pão de massa mãe em fermentação lenta num forno a lenha tradicional. Em novembro de 2020, iniciou-se a atividade da Mercearia da Mula, que disponibiliza produtos biológicos e de produção própria e local.
As atividades culturais e formativas, organizadas com bastante regularidade, regressaram em força após o período pandémico. Neste momento, a Mula mantém a produção diária (cantina e padaria) e atividades culturais e formativas como sessões de cinema (todas as terças-feiras), domingo de pizzas, concertos, festas, lançamentos de livros ou workshops. Mantém-se ligada à intervenção política pelos princípios da solidariedade, comunidade, horizontalidade e auto-gestão, recebendo também eventos de outros colectivos, como a Summer School Feminista já em 2023 e muito em breve o grupo decrescentista.

Campo de atuação

Soberania alimentar, formação, cultura, etc.

Em que sentido a iniciativa é transformadora

A Mula é um espaço que funciona segundo princípios de horizontalidade e autogestão. Tem uma característica de intervenção política e social que segue as convicções dos seus membros. Para além de servir como um núcleo aglutinador e organizador, é também um local onde alguns dos seus cooperantes desenvolvem projetos de auto-emprego e de empoderamento pessoal, procurando aliar a satisfação das necessidades pessoais a princípios de comércio justo, de solidariedade e de autonomia.

Formas de adesão ou interação

Como grupo horizontal, não existe propriamente uma formalização para integrar o coletivo. As aproximações ao mesmo têm ocorrido de forma orgânica e natural.

Contactos

917030867 – André Carapinha; coopmula@gmail.com

Redes Sociais

Facebook